É grave?

– Frozen Iogurte: tem em em todo lugar hoje, a primeira vez que tomei foi em Vitória e sempre que consigo tomo aqui, é meio caro, mas eu acho muito bom. O do América é uma delícia!

– Sucos na Frutaria Sao Paulo: combinações aparentemente nada a ver, mas muito bons, muito caros, mas domingo depois do culto fui lá e me dei um de presente.

– Pizza: realmente as daqui de SP são diferentes, sei lá porquê, mas são. Mil variedades de sabores e acabei incluindo-as pra sempre no meu cardápio

– Sorvete de pistache da Vipiteno: tomei uma vez e entrou pra lista dos meus sorvetes preferidos

– Querer pagar muito caro pra tomar um café da manhã em uma padaria nos Jardins

– Ouvir SulAmerica Transito quando saio do trabalho, uma rádio que só fica dizendo como está o trânsito em SP, dando alternativas de caminho e monitorando quantos km de engarrafamento

– Não fecho cruzamentos

– Falo que a rua A é uma travessa da rua B, e não uma transversal ou uma perpendicular

– Acostumei a falar CET (cê-ê-tê) e não CET (céte), como falam no Rio; até porque ninguém me entenderia

– Não gosto de frio, mas estou muito menos tolerante com o calor

– Aprecio ainda mais um bom restaurante, um bom serviço e pessoas que sabem formar filas

– Igreja Presbiteriana de Pinheiros: a maior bênção recebida com a mudança, amo muito essa Igreja, o meu pastor e fazer parte da história daquele lugar. Presente mesmo de Deus!

– Não há como fugir do trânsito e ele faz parte da rotina da cidade e ínfelizmente a gente até se acostuma

– Blush passou a ser meu melhor amigo

– Durante a semana, é inviável marcar algo antes de 20:30h

– Paga-se caro por muitas coisas e isso é normal

– Amo o assalto que é o meu salão pela mordomia que ele me proporciona, apesar de às vezes voltar meio deprê depois de ver tanta madame

– Conheci muitos paulistas legais que se tornaram amigos muito queridos

– “Brigadeiro” é só a Brigadeiro Luis Antonio, a Brigadeiro Faria Lima é só “Faria Lima”, eu falava Brigadeiro pra todo mundo

– Acharia muita coisa estranha se saísse daqui

-Mas, eu não substitui o cara por meu, não chamo sinal de farol, não falo bolacha e sim biscoito, não chamo picolé de sorvete, praia é infinitamente melhor que parque

10 comentários sobre “É grave?

  1. ta ficando esquisito….meu num dá né….ahahah. Mas é melhor vc se adaptar direitinho do que ficar lutando contra a “maré”….mesmo que seja do “tietê”…ahahahahahahah num resisti!
    o Rio está um Caos, digno de Sampa com chuva braba. ta feia a coisa Rafinha. Fica por aí!
    bjs

    Curtir

  2. DU-VI-DO q vc tenha feito amigos aí, q goste da igreja e q não feche cruzamentos.
    Pronto, falei.

    Vc tá ficando estranha… 😮
    Mas eu amo vc ainda assim.
    Volte logo, ou ficarás amiga não só do blush, como também do rímel, delineador, sombras e saltos 7cm! 🙂

    Curtir

  3. Grave é a Bia te apoiar. Até a Danielle que não me conhece, me apoia! 🙂 Brigada, Dani!

    Você acharia muita coisa estranha se saísse daí? Affe, Rafa, nós é que vamos achar você super estranha indo no mercado de salto 7,5 e usando rímel. É isso que você quer pra sua vida, mocinha? Humpf! :p

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s