Não quero mais brincar

Podem me chamar do que quiser: acomodada, preguiçosa, medíocre, mediana. Não vou dizer que não ligo, não é exatamente isso, eu ligo porque me importo com o que acham de mim, mas não creio que seja um defeito a falta de ambição. Meus sonhos nunca foram voltados para minha vida profissional e continuam não sendo, eu nunca quis ser uma grande executiva, a presidente/diretora/gerente de qualquer coisa, ou grande líder. Logo, em entrevistas de emprego eu tenho que fingir um pouco.

Acho que o defeito é não fazer direito aquilo que você se propôs fazer, tudo bem, esse eu tenho às vezes. Se você é o cara que tira xerox ou o presidente você tem que fazer o trabalho da melhor forma. Mas hoje em dia, todo mundo tem ser grande líder, ter mil pós graduações, falar  2 idiomas, atingir mil metas e em 5 anos estar em uma grande posição na empresa. Eu não sou assim! Tem algum problema muito grave a pessoa querer fazer um trabalho normal? Que não seja 100% desafiador o tempo todo, que me tire o sono e me dê frio na barriga todo dia? Cara, essas coisas não me motivam, pelo contrário, elas me detonam. E tem mais: se só existirem líderes, eles vão liderar quem? Eu me dou muito bem sendo liderada, sem precisar tocar alguma coisa, sem ser chefe, eu sei obedecer. Eu só quero uma casa no campo, onde eu possa ficar no tamanho da paz. Eu não sei ser agressiva no bom sentido dessa palavra, até porque pra mim essa palavra dificilmente terá um bom sentido…É legal ser reconhecido depois de um grande obstáculo superado, de uma grande meta atingida, mas eu não preciso desse tipo de reconhecimento para ser completa e feliz. E me pergunto muitas vezes se há algum mal nisso.

Como disse outro dia, às vezes eu queria ser criança. Mas o Dono do meu tempo sabe exatamente o que faz e só me dá aquilo que eu aguento carregar (pra Ele eu sou bem forte…). Eu só não posso me esquecer disso.

2 comentários sobre “Não quero mais brincar

  1. Hoje falo 3 idiomas a ponto de me confundir . Nunca me importei com o que os outros acham de mim até porque não devo satisfação a ninguém. Meus sonhos nunca foram voltados para minha vida profissional e nem para, simplsmente me casar e reproduzir. Por outro lado gosto de ser bem sucedida na minha carreira por um motivo muito simples : tenho plena capacidade para isso. Só tem asno no meio da minha profissão. E não há mal nenhum nisso, é bom ser reconhecida, ser referencia e ser bem remunerada por isso; mas isso depende de cada um – só você sabe o que é melhor pra você. O importante é ser feliz não importa como. Não existe certo ou errado. Não se prenda a certos conceitos. Agora nunca fuja de nada por medo. Você é perfeitamente normal e capaz. Ser lider é da natureza da pessoa, quem pensa ao contrário se ferra. Se você não é e daí?? Se o mundo todo fosse vermelho o que seria do amarelo???
    Relaxa, esse tipo de preocupação não vale a pena. Viva que nem eu Fo….. bebe um bom vinho, rir de tudo e deixa rolar……seja feliz Rafinha…..não há nada que possa impedir isso só seus medos e receios infundados.
    E respondendo a sua pergunta : Não – não há mal nenhum nisso.

    Curtir

  2. Adorei seu post.
    Bem…desabafo.
    Eu gosto de desafios. Fico me desafiando o tempo todo…e isso me faz um mal danado na maioria das vezes….mas eu insisto….
    Dizem q é perigoso……vai q da câncer de stress…sei lá…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s